Alguns médicos em início de carreira acabam convivendo com o mesmo dilema: uma agenda praticamente vazia e com poucas consultas marcadas. Quais seriam as melhores alternativas para reverter essa situação? Atender bem os pacientes certamente está entre elas.

Levando isso em consideração, preparamos este post com 5 dicas infalíveis para melhorar o atendimento da clínica como um todo. Se você tem interesse pelo tema, leia o texto até o fim!

Por que atender bem os pacientes é fundamental?

Atender bem pode até parecer um gesto simples, cuja importância é secundária se comparada aos outros serviços realizados por um consultório. Porém, a realidade mostra a grande relevância desse aspecto.

Se você está dando seus primeiros passos na carreira agora, é muito provável que tenha um número reduzido de clientes. Diante disso, para ascender em sua trajetória profissional, é necessário fidelizá-los, mostrando os diferenciais e as vantagens de fazer um tratamento em sua clínica.

Isso acontece porque, uma vez que tenha sido atendido com cordialidade, o paciente se lembrará do seu trabalho, bem como o de sua equipe. Desse modo, a tendência é que ele volte quando tiver a oportunidade e também indique você para outras pessoas.

Médicos mais experientes, por sua vez, precisam garantir que, apesar do número elevado de atendimentos, todos saiam igualmente contemplados da clínica. Caso contrário, lidará com pacientes insatisfeitos.

Como atender bem os pacientes?

1. Faça uma boa recepção

É na recepção que um paciente estabelece o primeiro contato com a clínica, não é mesmo? Ou seja, é indispensável dar atenção extra a essa parte do atendimento, já que ela pode ser decisiva na percepção daqueles que serão atendidos.

Antes de tudo, é de suma importância que haja alguém devidamente preparado para informar e receber as pessoas. Pode ser uma recepcionista ou uma secretária. No entanto, é válido frisar que essa colaboradora precisa saber lidar com pacientes emocionalmente abalados, apressados e assim por diante.

Outro ponto que merece destaque é a organização do ambiente. Um lugar bastante limpo e arrumado causa impressão positiva, ao passo que o cenário oposto pode comprometer a análise sobre o local. Lembre-se: você trabalha na área da saúde. Poucas coisas podem ser piores do que não apresentar um mínimo de limpeza em seu espaço de trabalho. Certifique-se, portanto, de que está tudo devidamente asseado e com boa aparência na sala de recepção.

2. Invista em conforto

De pouco adianta receber o paciente em uma sala que está brilhando, mas não é nada confortável. Não se esqueça de que, muito provavelmente, as pessoas precisarão esperar alguns minutos para serem atendidas. Imagine o quão incômodo pode ser a espera de um enfermo em uma cadeira dura e sem conforto.

Sendo assim, não abra mão de investir em sofás e poltronas que sejam realmente confortáveis. Ofereça ainda café, água e biscoitos. São coisas aparentemente pequenas, mas que podem facilitar esse momento, no qual o paciente deve esperar a consulta.

No atendimento, é importante que haja no mínimo duas cadeiras, para também receber o acompanhante de quem é atendido. Dessa forma, as pessoas podem ouvir um diagnóstico sem sentir desconforto.

3. Tenha uma equipe comprometida

É impossível pensar em uma gestão de clínicas e consultórios eficiente sem uma equipe comprometida. Por mais que você execute todas as suas atribuições com o máximo primor, o eventual deslize cometido por um colaborador pode ser extremamente prejudicial.

Por isso, conte apenas com funcionários qualificados e experientes, que sabem conviver com a pressão desse tipo de ambiente. É ideal que, além de reunirem as competências necessárias para suas respectivas funções, eles também priorizem o bom atendimento aos pacientes, aplicando-o constantemente em sua rotina profissional.

4. Otimize o atendimento

Felizmente, a tecnologia na área da saúde passou por mudanças significativas nas últimas décadas. Atualmente, há uma infinidade de recursos à disposição de quem trabalha no setor. Os softwares de gestão exemplificam isso muito bem. É fato que alguns profissionais ainda não entraram em contato com as ferramentas desse tipo, mas elas reúnem todos os requisitos para otimizar de uma vez por todas o atendimento prestado ao paciente.

prontuário eletrônico, por exemplo, é uma forma segura de armazenar e transmitir dados do paciente. Ele pode ser acessado rapidamente por quem trabalha na recepção ou por outros membros da equipe. Como se não bastasse, agiliza ainda o próprio atendimento clínico, além de poder ser útil do ponto de vista administrativo e institucional.

A agenda integrada também é uma excelente maneira de deixar todos a par das atividades diárias na clínica. Ela é uma maneira eficiente de organizar as consultas, fazer encaixes, remanejamentos, entre outras facilidades. E claro, há uma série de outras funcionalidades oferecidas, como:

  • emissão de boletos;
  • encaminhamentos;
  • cadastro de pacientes;
  • emissão de recibos;
  • controle financeiro;
  • atestados e declarações;
  • prescrições;
  • solicitação de exames.

Há ainda a possibilidade de avisar o paciente via SMS a respeito da data e horário de uma consulta já marcada. Assim, ele não se esquece do compromisso e tem comodidade para se planejar e não se atrasar, o que é bom não só para ele, mas também para a clínica.

Enfim, vale a pena experimentar gratuitamente algumas dessas soluções e ver, na prática, como elas contribuem para melhor atender os pacientes.

5. Faça um atendimento humanizado

Um atendimento humanizado também começa na recepção. À parte do conforto e da ambientação em geral, é fundamental resolver as dúvidas e encontrar soluções rápidas para os problemas de um paciente. Dentro da sala de consulta, ele precisa se sentir acolhido. Para isso, mais do que gentileza, também é imprescindível manter a ética médica e o comprometimento com o bem-estar de quem você atende.

Ou seja, tente atender todos com calma e dedicação. É horrível para os pacientes quando eles percebem que os médicos estão apressados, porque isso denota uma falta de zelo e atenção com o estado de saúde no qual ele se encontra.

Atender bem os pacientes é um requisito indispensável não só para quem está iniciando na carreira médica, mas também para aqueles que já são experientes e têm uma agenda corrida.

Se você gostou deste texto, aproveite para entender um pouco mais sobre a organização na recepção de clínicas.

Avaliações
  • Artigo
5
Resumo
Atender bem os pacientes: confira 5 dicas infalíveis!
Título
Atender bem os pacientes: confira 5 dicas infalíveis!
Descrição
Alguns médicos em início de carreira acabam convivendo com o mesmo dilema: uma agenda praticamente vazia e com poucas consultas marcadas. Quais seriam as melhores alternativas para reverter essa situação? Atender bem os pacientes certamente está entre elas.
Autor
Empresa
xDoctor
Logo Empresa
Autor

Escreva um comentário

Share This
xdoctor

Assine nossa Newsletter

Receba conteúdo em primeira mão para melhorar a gestão e os resultados da sua clínica ou consultório!

Parabéns! Verifique seu e-mail para confirmar a sua assinatura. Caso não receba o e-mail verifique sua caixa de SPAM.