Segundo o Conselho Federal de Odontologia (CFO), 20% dos dentistas do mundo inteiro estão no Brasil e este é o país com mais profissionais da área. O grande número representa uma alta competitividade do mercado, o que leva ao crescimento no interesse pelo chamado marketing odontológico.

Se você é dentista, quer sair na frente e ter sucesso em seu consultório, é preciso estar atento às novidades na área e buscar maneiras de se destacar, buscando informações em outras áreas de conhecimento.

Quer saber o que é o marketing odontológico e como ele te ajuda a gerar clientes? Então acompanhe o texto!

O que é o marketing odontológico?

O marketing odontológico nada mais é do que a aplicação dos conceitos de marketing à área de odontologia. O marketing é o conjunto de conhecimentos, ferramentas e técnicas utilizados para identificar e compreender as necessidades dos clientes e potenciais clientes de uma determinada empresa ou estabelecimento. A ideia é conhecer esses clientes e formular estratégias para atraí-los, criando valor e satisfazendo desejos.

Como é aplicado na área de saúde, o marketing odontológico precisa seguir preceitos éticos e morais da odontologia, de forma que nenhum pressuposto da profissão seja violado.

Algumas ações do marketing odontológico são:

  • pesquisar e identificar o mercado de odontologia da região onde se pretende abrir o consultório;
  • conhecer melhor o perfil dos pacientes e dos pacientes em potencial;
  • desenvolver uma rede de profissionais que podem trocar indicações e informações entre si (por exemplo, dentistas, ortodontistas e médicos);
  • desenvolver as capacidades de comunicação verbal e não verbal junto ao paciente e nas redes sociais;
  • criar meios de comunicação com os pacientes, como blogs, páginas em redes sociais e sites.

Qual sua importância?

As ações de marketing odontológico são as principais ferramentas para atrair novos pacientes e até mesmo manter pacientes antigos. É comum que logo após abrir o próprio consultório, o dentista passe os primeiros meses sem perceber essa necessidade, atendendo amigos e parentes. Porém, com o tempo, essa demanda diminui, o consultório fica vazio e as contas começam a se acumular.

Ter uma estratégia contínua de atração e retenção de pacientes é o que garante o fluxo de atendimento constante. As ferramentas do marketing ajudam a perceber e a entender as mudanças nas preferências dos pacientes, auxiliando, por sua vez, o profissional a se desenvolver de acordo com o que a clientela espera.

Lembre-se de que a marca e a presença digital são alguns dos mais importantes requisitos para o marketing de qualquer empresa, não sendo diferente para a área de odontologia.

E os benefícios?

Sabemos que existem inúmeras faculdades que oferecem curso de odontologia, daí o número elevado de profissionais que se formam todos os anos. Mesmo com suas diferenças, todas essas instituições disponibilizam uma grade curricular parecida, que contempla as matérias principais do curso.

No entanto, quase não há matérias relativas à gestão em saúde e a técnicas de atração de pacientes. Então, quem busca se inteirar sobre o assunto já sai na frente dos concorrentes.

Assim, um marketing odontológico bem-feito tem o potencial de trazer benefícios como:

  • fidelização de pacientes. O paciente fidelizado é aquele que se torna fiel ao estabelecimento, faz o plano de tratamento até o final e sempre retorna para se consultar. Fidelizar os pacientes é tão importante quanto (ou até mais) do que atrair novos pacientes, pois eles representam a continuidade no fluxo de atendimento. As estratégias de marketing ajudam a entender melhor o paciente que já foi atendido e propor ações que o favoreça;
  • diferencial estratégico. Apesar de o marketing estar crescendo entre a área de saúde, muitos profissionais da odontologia ainda não o aplicam em seus negócios. Por isso, vale a pena correr e começar o investimento, já saindo na frente de vários outros profissionais;
  • autoridade e renome na área. Uma das vantagens do marketing é que ele ajuda a divulgar seu consultório ou clínica de forma estruturada e relevante, fortalecendo sua marca e seu nome;
  • captação de pacientes. As estratégias do marketing (principalmente o marketing digital) visam alcançar o máximo de pacientes em potencial possível, dando visibilidade ao trabalho que é desenvolvido no consultório. O foco é colocado justamente no perfil de paciente que se deseja atrair, ou seja, aquele que pode aumentar as chances de sucesso.

De que forma o marketing odontológico pode ser feito?

O primeiro passo em qualquer estratégia de marketing é fazer um diagnóstico da situação atual, entendendo as características principais da clínica ou do consultório e dos pacientes que são atendidos (ou que serão). Algumas perguntas devem ser respondidas em relação ao perfil do paciente já em atendimento.

Por exemplo, deve-se procurar saber o sexo, a idade e a condição financeira dessas pessoas, questionar qual a forma como ela chega até o estabelecimento, que tipo de atendimento (convênio ou particular) vai usar e quais são suas principais reclamações. Por fim, é importante identificar se já existe algum investimento em marketing por parte do estabelecimento.

A ideia é definir qual o momento atual da clínica em relação ao marketing. A partir daí, serão tomados os próximos passos. As ações de marketing podem ser divididas em:

  • marketing pessoal: diz respeito ao valor que é criado em relação à imagem da pessoa, nesse caso o dentista. Os pacientes criam uma ideia do profissional de acordo com sua postura e atitudes. Algumas formas de melhorar o marketing pessoal é sendo gentil e educado, ouvindo o paciente e se vestindo adequadamente;
  • marketing boca a boca: ele se dá a partir do momento em que o atendimento, o serviço e/ou o profissional são tão bons que a pessoa não tem como não indicar para algum amigo ou parente. Podemos dizer que é a forma de marketing mais antiga;
  • marketing offline: incluem todas as estratégias usadas para divulgar a empresa sem o uso da internet, como veículos impressos, jornais, TV, rádio, outdoors, ações sociais e parcerias. Hoje em dia, o marketing offline representa uma parte menor das estratégias de marketing;
  • marketing online: estratégias que utilizam a internet para a divulgação da empresa. É a principal forma de marketing atualmente. A ideia é aproveitar a plataforma online de todas as formas para divulgar produtos, serviços e conteúdo (marketing de conteúdo). Esse tipo de marketing inclui presença da empresa nas redes sociais, criação de blogs e sites e meios de comunicação direta com os pacientes como o desenvolvimento de um aplicativo para o seu consultório. O mundo atual é digital, não podendo ser diferente no marketing.

Planejamento

Atualmente, existem empresas especializadas em planejar e colocar em prática uma estratégia de marketing odontológico, algo muito importante para o estabelecimento, principalmente no início de suas atividades. Investimento nesse serviço pode trazer, sem dúvidas, aumento na captação de pacientes e diversos outros benefícios.

Se você gostou deste artigo, que tal aproveitar para divulgá-lo em suas redes sociais?
Avaliações
  • Artigo
5
Resumo
Título
Marketing odontológico: O que é e como fazer para gerar clientes?
Descrição
Segundo o Conselho Federal de Odontologia (CFO), 20% dos dentistas do mundo inteiro estão no Brasil e este é o país com mais profissionais da área. O grande número representa uma alta competitividade do mercado, o que leva ao crescimento no interesse pelo chamado marketing odontológico.
Autor
Empresa
xDoctor
Logo Empresa
Autor

Escreva um comentário

Share This
xdoctor

Assine nossa Newsletter

Receba conteúdo em primeira mão para melhorar a gestão e os resultados da sua clínica ou consultório!

Parabéns! Verifique seu e-mail para confirmar a sua assinatura. Caso não receba o e-mail verifique sua caixa de SPAM.