A gestão de recebimentos é uma das mais importantes etapas da administração de clínicas e consultórios. É a partir dela que é possível estabelecer um controle financeiro eficiente, bem como desenvolver uma visão sistêmica a respeito do negócio.

Se você acredita que empreendedorismo e saúde não combinam, pode estar perdendo muitas oportunidades e deixando de obter ganhos mais satisfatórios. Mais do que isso, sua própria evolução profissional corre riscos sem a realização frequente de bons planejamentos em relação às finanças.

Por conta dessas questões, elaboramos este texto. Aproveite o conteúdo e continue a leitura até o fim para conhecer nossas dicas!

Por que fazer uma gestão de recebimentos?

Profissionaliza a administração

Você estudou anos e anos de sua vida sobre funções biológicas, anatomia, compostos químicos e assim por diante. Fez credenciamentos em planos de saúde e precisou trabalhar muito para abrir um consultório próprio. Ou seja, nada disso tem muito a ver com ser um gestor, não é mesmo?

Ainda assim, entender sobre fluxo de finanças, bem como compreender a origem das receitas, aprimorar a relação com fornecedores e outras funções do gênero são fundamentais para manter a autonomia de sua atividade profissional. Uma administração precária tende a diminuir sua remuneração e prejudicar o cotidiano da clínica.

Diminui a incidência de imprevistos

Você já imaginou o que poderia acontecer se suas luvas descartáveis ou seringas acabassem? E se a luz fosse cortada, como você atenderia os pacientes?

Imprevistos desse tipo podem comprometer o seu trabalho e ainda deixar os pacientes insatisfeitos. Quando você se organiza financeiramente, diminui a chance de precisar lidar com situações inconvenientes como essas.

Aumenta o controle sobre as finanças

Você leu atentamente todas as dicas de organização possíveis e fez uma reunião bastante produtiva com a sua secretária. Agora, a tendência é que você tenha um maior controle sobre as finanças não só do consultório como das pessoais.

Vale lembrar que é fundamental fazer essa distinção, principalmente se houver uma sociedade. Seu patrimônio não deve estar incluso em planejamentos institucionais. De qualquer forma, você também será beneficiado por controlar mais o seu negócio, assim poderá se preparar para fazer cursos, especializações, viagens, entre outros.

Caso seja necessário investir em um equipamento muito custoso, por exemplo, será possível fazê-lo em um momento previamente definido, desde que esse seja um gasto devidamente planejado.

Enfim, um melhor controle financeiro implica na realização de diversas oportunidades, porque os limites e as possibilidades estão estabelecidos. As surpresas negativas tendem a desaparecer, ao passo que as positivas certamente aumentarão.

Como fazer uma gestão de recebimentos eficiente?

Tenha uma reserva

Fazer uma reserva financeira para a sua clínica é o primeiro passo de uma gestão realmente marcada pela eficiência. Essa sustentação é proveitosa pelos mais variados motivos:

  • corrigir algum problema;
  • aproveitar uma oferta de mercado;
  • lidar com imprevistos;
  • equilibrar as contas, se necessário.

É válido lembrar que reservar recursos deve ser uma prática recorrente. Desse modo, de pouco adianta guardar um dinheiro e nunca mais movimentá-lo. Aumentar essas cifras garante que haja uma quantia sempre compatível com o porte e as necessidades do negócio.

Também é importante dizer que, como serve apenas para situações extremas, esse valor não pode ser acessado a qualquer momento. Por isso, muita disciplina é necessária a fim de conservar esse fundo.

Use os recursos tecnológicos

A tecnologia da área da saúde não está presente apenas nas salas de consulta e nos materiais, ela também migrou para o aspecto administrativo. Essa potencialidade, porém, ainda é pouco explorada.

Existem, atualmente, muitas ferramentas de gestão disponíveis no mercado, cujas funcionalidades podem ser utilizadas não só no atendimento ao paciente, mas também no gerenciamento da clínica. Confira, logo abaixo, algumas das facilidades oferecidas por esse tipo de recurso:

  • cadastramento de pacientes;
  • controle financeiro;
  • emissão de atestados e declarações;
  • faturamento;
  • emissão de recibos;
  • encaminhamentos;
  • solicitação de exames;
  • agenda online de consultas;
  • prontuário eletrônico;
  • prescrições;
  • relatórios de gestão;
  • confirmação de consulta via SMS;
  • recurso de glosa.

De acordo com os exemplos dá para notar quão mais fácil pode ser a rotina da clínica, não é mesmo? Automatizar diversos desses processos é um diferencial extremamente significativo para administrar com excelência.

Levando isso em consideração, aproveite seu novo planejamento e considere investir em soluções tecnológicas que ofereçam esses usos. A melhor parte disso tudo é que algumas delas podem ser experimentadas gratuitamente.

Controle o fluxo de caixa

Controlar o fluxo de caixa nada mais é do que monitorar o quanto entra e o quanto sai dos recursos financeiros de seu consultório. O ideal é que tal acompanhamento seja feito diariamente, porque assim é possível ter uma real noção sobre a situação de seu negócio.

Para fazer um controle eficaz, saiba antecipadamente quais gastos são fixos (compras de materiais, contas gerais, marketing médico, etc.) e quais variam a cada mês. Para saber a quantas anda essa variação, faça um balanço dos meses e dos anos anteriores e trabalhe com valores aproximados. Depois, repita o procedimento em relação às receitas.

Segmente as despesas e os recebimentos o máximo possível. Discrimine, por exemplo, os ganhos obtidos por meio de convênios e aqueles que foram recebidos em consultas particulares.

O intuito de todo esse esforço é criar uma previsibilidade financeira e entender como o dinheiro entra e sai do consultório. A médio e longo prazo, você poderá desenvolver estratégias em busca da redução de custos e afins.

Faça planejamentos detalhados

Como mencionado ao longo deste artigo, a falta de um planejamento pode comprometer totalmente o sucesso de sua clínica. Nesse sentido, a ação mais indicada é integrá-lo por completo ao controle de fluxo.

Com isso, você pode se utilizar das informações encontradas para planejar seus próximos passos e não passar dificuldades no futuro. Além disso, são eles que criam as condições para expandir o negócio, adquirir novas peças, investir mais e assim sucessivamente.

Sendo assim, é difícil pensar em sucesso sem uma gestão de recebimentos que seja realmente eficiente. Graças a essa prática, fica mais fácil controlar as finanças e aumentar o lucro obtido com a sua atividade.

Se você achou este texto útil, curta nossa página no Facebook! Lá você encontra outros conteúdos relevantes e fica por dentro das novidades na área da saúde.

Avaliações
  • Artigo
5
Resumo
Gestão de recebimentos eficiente em sua clínica: aprenda como fazer!
Título
Gestão de recebimentos eficiente em sua clínica: aprenda como fazer!
Descrição
A gestão de recebimentos é uma das mais importantes etapas da administração de clínicas e consultórios. É a partir dela que é possível estabelecer um controle financeiro eficiente, bem como desenvolver uma visão sistêmica a respeito do negócio.
Autor
Empresa
xDoctor
Logo Empresa
Autor

Escreva um comentário

Share This
xdoctor

Assine nossa Newsletter

Receba conteúdo em primeira mão para melhorar a gestão e os resultados da sua clínica ou consultório!

Parabéns! Verifique seu e-mail para confirmar a sua assinatura. Caso não receba o e-mail verifique sua caixa de SPAM.