O empreendedorismo na área da saúde é um tema de extrema importância, pois, em regra, o ingresso dos profissionais autônomos no mercado de trabalho é um pouco mais complicado do que os demais.

Isso se justifica pela necessidade de montar uma estrutura adequada ao atendimento dos clientes e, consequentemente, ter habilidades para gerir esse estabelecimento ― o que, na maioria das vezes, não é ensinado nas faculdades.

Pensando nisso, elaboramos este post para ajudar você a transformar sua clínica em um negócio executável e bem-sucedido. Confira!

O que é preciso para ser um empreendedor?

A qualidade de empreendedor não se traduz na obrigação de abrir um negócio. Aquele que de alguma maneira contribui para gerar riquezas, para o crescimento significativo de determinado empreendimento, também podem ser considerado como tal.

O conceito de empreendedor aplica-se ao indivíduo capaz de transformar suas ideias em oportunidades lucrativas. Eles buscam apresentar soluções inovadoras por meio da criação de produtos ou serviços úteis para a sociedade.

Nesse contexto, é importante destacar que o objetivo dos verdadeiros empreendedores não se limita à satisfação financeira. Suas características vão ao encontro de pessoas que não têm medo de sair da zona de conforto e romper com padrões tradicionais. Conheça algumas qualidades:

Espírito de liderança

Um líder não é simplesmente a figura com firmeza para impor suas decisões, mas sim aquele com aptidão em assumir responsabilidades, que sabe definir metas e traçar as melhores estratégias para alcançá-las.

Criatividade

Diante da alta competitividade do mercado e dos desafios que surgirão durante a execução do seu projeto, a criatividade aparece como elemento indispensável tanto para propor conceitos modernos quanto para administrar o empreendimento.

Ousadia

Característica das pessoas que confiam nas próprias habilidades, que têm força de vontade em aprender sempre mais e humildade para reconhecer um erro, sem ter medo de se aventurar em novas jornadas.

Capacidade motivacional

O verdadeiro empreendedor é aquele que se preocupa em ser o espelho da sua equipe e tem consciência de que o funcionário motivado produz mais. Um líder entusiasmado inspira seu time.

Como funciona o empreendedorismo na área da saúde?

No âmbito da saúde, o conceito de empreendedor continua o mesmo. Talvez o serviço do profissional em si não represente algo tão inovador, porém a forma como ele será prestado poderá fazer toda a diferença, especialmente com a grande quantidade de concorrentes.

Independentemente de atuar no modelo de consultório ou clínica, o proprietário tem que exercer boas práticas de empreendedorismo para obter sucesso. A dinâmica é a mesma de qualquer empresa:

Elaboração de um plano de negócios

O plano de negócios é o começo de tudo, o documento pelo qual você poderá concluir se sua ideia é viável ou não, além de ter em mãos as ações necessárias para colocá-la em ação.

É natural que, durante a execução de uma atividade, surjam imprevistos e esse planejamento passe por modificações. Contudo, isso não significa que ele seja dispensável.

Em um plano para empreendimento na área da saúde, encontraremos dados como:

  • investimento financeiro: gastos com as instalações, equipamentos, funcionários e despesas de manutenção;
  • análise de mercado: conhecer o perfil dos pacientes e em que região se encontram, mapear a existência de outros profissionais da mesma especialidade próximos ao local escolhido;
  • burocracia: quais as licenças necessárias, impostos a serem recolhidos e etapas para abrir o negócio;
  • plano operacional: quais os procedimentos serão realizados na clínica/consultório e os recursos tecnológicos para garantir uma alta produtividade;
  • proposta de valor: o que sua empresa vai oferecer aos clientes ― cirurgias e consultas, por exemplo.

O intuito de um planejamento é deixar o empreendedor a par de todos os desafios que serão enfrentados sem perder de vista os contratempos que podem ocorrer no futuro, garantindo que as decisões sejam tomadas com maior segurança.

Formação de um bom time de colaboradores

Sozinho, dificilmente você vai concretizar as metas traçadas. Dessa forma, estabelecer parceiros estratégicos e contar com colaboradores dedicados levam ao caminho indicado para potencializar o seu projeto.

Vale lembrar que a competência técnica e o alinhamento com a cultura da empresa são características indispensáveis no momento de fazer a escolha do seu time. Busque por pessoas dispostas a comprar o seu sonho e a se esforçar para torná-lo possível.

As clínicas médicas têm sido uma tendência dos empreendimentos de saúde. Tratam-se de ambientes que reúnem profissionais de diversas áreas ― um conceito muito inteligente, pois uma especialidade acaba atraindo pacientes para outra.

Entretanto, quem pretende investir nesse tipo de negócio deve ter bastante cuidado para selecionar os associados, talvez uma ressalva ainda maior do que com os demais funcionários. Isso porque mesmo com o benefício de serem independentes, o erro ou mau atendimento de um único profissional pode acabar com a reputação de toda a clínica.

Criação de um diferencial

A consolidação da carreira de profissional da saúde está condicionada à manutenção de uma vasta cartela de pacientes, que neste caso também devem ser encarados como clientes. Assim, suas ações exigem um foco na fidelização e na captação de novo público.

Ofereça um ambiente agradável, organizado e com um atendimento cortês. Afinal, a interação com o espaço e os funcionários precede o contato com o médico ou demais especialistas. É a primeira oportunidade de impactar positivamente e transmitir credibilidade.

Nos dias atuais, o acesso às informações é rápido e fácil, e os consumidores exigem cada vez mais por serviços de qualidade. Se suas expectativas não forem correspondidas, não há nenhum constrangimento em trocar de profissional.

Aplicação de estratégias de marketing

As ações de marketing salientam a visibilidade de um negócio. Além disso, conferem eficiência à missão de detectar o público-alvo e os canais de comunicação para atingi-los.

Seja por meio de mídias sociais, e-mail marketing, blogs, marketing de conteúdo, o importante é estabelecer uma conexão com os destinatários dos serviços.

Nesse tipo de empreendedorismo, temos a peculiaridade do marketing pessoal ser igualmente relevante, ou seja, além de zelar pela imagem e popularidade da instituição, as qualidades individuais do profissional também precisam de notoriedade.

Investimento na sua qualificação

O segmento da saúde opera em constante evolução. As técnicas e os equipamentos modernizam, e junto a esse processo é primordial que seus operadores acompanhem as transformações para entregar um trabalho de melhor qualidade e se manter competitivo.

O pensamento de autossuficiência, de que já foram construídos um nome sólido e uma clientela fixa, não é sinônimo de prosperidade. O bom profissional é aquele que investe no aprimoramento dos seus conhecimentos.

Logo, oferecer especialidades e tratamentos diferenciados são atributos com grande valor para obtenção dos resultados esperados.

Empreendedorismo na área da saúde

Como você pôde ver, o empreendedorismo na área da saúde é uma atividade-meio para que o serviço principal seja prestado com excelência. Existem muitos profissionais qualificados no mercado, mas o segredo para montar um negócio de sucesso é aliar essa competência ao perfil de empreendedor.

Agora que você já sabe algumas dicas preciosas para fazer da sua clínica o seu negócio, assine a newsletter e receba todo o nosso conteúdo por e-mail!

Autor

Escreva um comentário