Investir em eficiência no atendimento clínico é uma das condições imprescindíveis para aumentar a produtividade e alcançar o tão desejado equilíbrio financeiro da instituição de saúde.

Para tanto, é preciso analisar os parâmetros que podem ser melhorados e implantar outros, com o objetivo de oferecer uma experiência única desde o pré-atendimento até a pós-consulta clínica.

Além disso, é fundamental que o médico gestor avalie os recursos financeiros disponíveis, faça treinamento da equipe e acompanhe por meio de indicadores as percepções dos pacientes após as mudanças.

Quer saber como aumentar a eficiência no atendimento clínico em sua empresa? Então, não deixe de ler as dicas que detalharemos a seguir!

1. Adote o agendamento online

A tecnologia trouxe consigo uma diversidade de benefícios tanto para o cotidiano das pessoas quanto para a rotina dos consultórios médicos. Exemplo disso é a marcação de consultas online. Essa ferramenta possibilita que o paciente tenha liberdade para escolher a melhor data e horário conforme seus afazeres e não depende de fazer ligações telefônicas frequentes para a recepção dos consultórios.

Além disso, essa prática tende a diminuir o absenteísmo sem justificativa, uma vez que o paciente escolhe o horário mais conveniente para sua rotina, o que reduz as chances de esquecimento. Para os gestores, o agendamento online desafoga a rotina da recepção que realizará outras atividades igualmente importantes e desenvolverá serviços mais complexos.

2. Eficiência no atendimento

A eficiência no atendimento clínico será influenciada por diversos atores, os quais são: médico, paciente e equipe administrativa que devem trabalham em conjunto para evitar desarranjos ao longo do dia.

Isso significa que a equipe administrativa deve organizar a agenda do médico conforme o nível de complexidade da consulta (primeiro atendimento, consulta particular, retorno para mostrar exames, realização de procedimentos ambulatoriais etc.) de maneira a disponibilizar intervalos diferenciados.

Sabendo disso, o médico deve ser objetivo em suas condutas para que o tempo seja cumprido conforme destinado a cada tipo de consulta, porém sempre considerando os imprevistos ou intercorrências. Por fim, o paciente e o médico devem manter a pontualidade para o compromisso da consulta, uma vez que a falha nesse quesito também compromete a organização da agenda realizada previamente.

Assim, será possível reduzir o tempo de espera e aumentar a satisfação do paciente que perceberá uma preocupação com os que estão sendo atendidos, sem deixar de prestar atenção aos indivíduos que estão aguardando na recepção.

3. Tenha uma boa presença digital

No mundo conectado em que vivemos, as informações veiculadas pelas redes sociais alcançam pacientes em poucos minutos e se disseminam na mesma velocidade para influenciar toda uma rede de pessoas. Dessa forma, investir em mídias sociais com conteúdo de qualidade, e sempre respeitando os limites éticos estabelecidos, tem sido uma ótima estratégia para propagar as atividades realizadas no consultório.

Para tanto é necessário uma consultoria específica que direcionará o público-alvo, bem com a estratégia de sensibilização dos indivíduos, de modo a investir em mensagens diferenciadas e em uma linguagem médica acessível ao paciente leigo.

4. Invista em software de gestão

A eficiência no atendimento em clínicas perpassa por mais organização dos dados do paciente e acesso imediato às consultas, histórico clínico e medicamentoso de forma a agilizar as condutas. Nesse sentido, o investimento em softwares de gestão clínica é uma necessidade crescente, haja vista o volume de dados a serem inseridos, como exames laboratoriais e radiológicos, prescrição de medicamentos e demais informações relevantes para o médico.

Além disso, os dados dos pacientes podem ser enviados a outros médicos especialistas para discussão de melhores condutas, algo impensável com os prontuários manuscritos. As vantagens clínicas, administrativas e econômicas são crescentes conforme as potencialidades de cada plataforma, mas já garantem organização e armazenamento seguro dos dados, levantamento de indicadores gerenciais e controle do faturamento.

Todavia, a alimentação da plataforma deve ser feita adequadamente para evitar falhas na compreensão das informações e perda de dados relevantes para o diagnóstico do paciente.

5. Manter a humanização nas consultas

Em tempos de modernidade tecnológica, muitos médicos gestores se deslumbram com as ferramentas inovadoras na assistência à saúde, mas se esquecem que a essência do atendimento é a comunicação e acolhimento do paciente.

Nesse contexto, a prática da humanização deve ser uma estratégia presente nas consultas e nos pequenos procedimento realizados em consultório. Dessa forma, é preciso investir constantemente em técnicas de humanização. As técnicas de humanização envolvem a comunicação direta, sem menosprezar os sentimentos dos pacientes e considerando as suas decisões após a explanação do diagnóstico e das terapias disponíveis.

Sendo assim, o médico deve captar e compreender as emoções subjacentes ao problema clínico e como isso influenciará na adesão de cada tipo de paciente e no prognóstico. Em casos mais específicos, o encaminhamento a outros profissionais pode ser requerido.

6. Promova a padronização dos processos

A eficiência no atendimento clínico deve passar pela padronização dos processos desde a recepção até a consulta médica. Isso implica em elaborar procedimentos desde o cadastro até o encaminhamento do paciente ao profissional clínico. Nesse sentido, cabe um treinamento prévio sobre como abordar o paciente que chega à recepção, quais são os documentos solicitados e as situações que demandam uma atenção diferenciada.

Após o cadastro e registro no sistema, o próximo passo é a orientação adequada para aguardar na recepção ou encaminhar o paciente ao consultório do médico conforme a padronização desse procedimento. Também é importante que a equipe mantenha previamente o cadastro do paciente no sistema informatizado (de preferência) para que o médico possa buscar as informações e inserir os dados clínicos assim como as queixas referentes à consulta médica.

Avaliação Contínua

Investir em eficiência no atendimento clínico é um processo que precisa ser avaliado continuamente. Isso porque as demandas mudam constantemente e os médicos gestores devem adequar os processos conforme a quantidade de pessoas e os recursos financeiros disponíveis. Por isso, as dicas inseridas neste texto devem ser avaliadas e implantadas gradativamente para não gerar problemas de adaptação.

E você, gostou das nossas dicas? Fica de olho nas nossas postagens? Então, não deixe de nos seguir também pelo Facebook!

Avaliações
  • Artigo
5
Resumo
Eficiência no atendimento em clínicas: veja 6 dicas para aumenta-la!
Título
Eficiência no atendimento em clínicas: veja 6 dicas para aumenta-la!
Descrição
Investir em eficiência no atendimento clínico é uma das condições imprescindíveis para aumentar a produtividade e alcançar o tão desejado equilíbrio.
Autor
Empresa
xDoctor
Logo Empresa
Autor

Escreva um comentário

Share This
xdoctor

Assine nossa Newsletter

Receba conteúdo em primeira mão para melhorar a gestão e os resultados da sua clínica ou consultório!

Parabéns! Verifique seu e-mail para confirmar a sua assinatura. Caso não receba o e-mail verifique sua caixa de SPAM.