O bulário médico é um compilado de informações farmacológicas e terapêuticas e serve como consulta imediata para os profissionais clínicos. No entanto, a versão manuscrita tem sido substituída por aplicativos ou plataformas mais elaboradas.

Sendo assim, os dados sobre mecanismo de ação dos medicamentos, intervalo de dosagem e modo de administração das medicações podem garantir uma prescrição médica segura e adequada ao perfil do paciente.

Além disso, a versão eletrônica permite acesso a um conteúdo atualizado conforme os novos estudos, evidenciando uma evolução clínica devido ao advento dos recursos tecnológicos nessa área.

Portanto, se quiser conhecer as vantagens e funcionalidades do bulário médico, não deixe de ler as informações do post de hoje e saiba mais!

O que é o bulário médico virtual?

Trata-se de um documento eletrônico disponível pelo aplicativo ou por meio de acesso a internet, em que são armazenadas informações sobre ação farmacológica, apresentação farmacêutica, intervalo de dosagem e recomendações de posologia dos medicamentos.

Esse software também ensina sobre os cuidados de administração do medicamento, algumas recomendações direcionadas a um público específico (crianças, idosos, gestantes, etc.) e as contraindicações explícitas.

No documento é possível encontrar as principais indicações clínicas para os medicamentos procurados, bem como os critérios de segurança para essa utilização. Isso é essencial para avaliar o risco e o benefício do uso.

Alguns aplicativos fornecem dados sobre a fisiopatologia das doenças, principais complicações clínicas e situações que exigem procedimentos cirúrgicos para a cura ou controle da enfermidade.

Com usar o bulário médico?

Devido aos recursos tecnológicos na saúde disponíveis atualmente, existem diversas versões do bulário médico. Alguns possuem acesso restrito aos profissionais de saúde cadastrados, enquanto outros foram idealizados para consultas sem um conteúdo científico avançado.

A funcionalidade do bulário virtual é tirar dúvidas quanto ao uso dos medicamentos, oferecer opções terapêuticas mais vantajosas ou alertar sobre ajuste de dosagem em casos de pacientes com função renal ou hepática comprometida.

Por meio desse aplicativo consegue-se obter o preço unitário dos medicamentos, bem como as diferenças financeiras em relação à versão genérica e comercial do medicamento.

A consulta ao bulário reduz o tempo de pesquisa em outras fontes, melhora o conhecimento do médico e garante maior produtividade nos serviços, sem prejudicar a assistência prestada ao paciente.

Sendo assim, esse compilado científico deve ser usado com mais frequência pelos profissionais prescritores, uma vez que a consulta de pessoas leigas pode levar à automedicação irresponsável.

Quais são as informações mais procuradas no bulário?

A velocidade da publicação científica nos meios eletrônicos e a ansiedade dos profissionais em busca por novidades clínicas têm modificado o perfil de dúvidas nos bulários clínicos. Sendo assim, muitos profissionais desejam informações atualizadas sobre um tratamento.

Eles também evidenciam novas opções terapêuticas para tratar uma condição clínica refratária ou informações a respeito dos fármacos que tiveram sua comercialização autorizada pela vigilância sanitária.

Também procuram por orientações quanto à prescrição de medicamentos e requisitos para dispensação, principalmente para aqueles que exigem controle especial (portaria 344/98 e suas atualizações).

Alguns profissionais buscam alternativas para administrar medicamentos por outras vias, como a possibilidade de inserir o produto na sonda nasoentérica ou macerá-los para a ingestão por crianças ou indivíduos com dificuldade de deglutição.

Nesse contexto, é fundamental verificar se essa ação é farmacotecnicamente recomendada, uma vez que comprimidos revestidos e algumas cápsulas não podem passar pela sonda nasoentérica.

Ao finalizar a pesquisa, os médicos detalharão as intervenções no prontuário eletrônico e fundamentarão suas ações por meio de um conteúdo científico e não apenas na intuição clínica.

Como aperfeiçoar a busca no bulário médico?

Como todo site de busca, as plataformas oferecem um campo aberto para digitação do termo a ser investigado. Todavia, quanto mais específica for a busca, melhor a chance de alcançar o resultado desejado.

Sendo assim, os profissionais médicos devem inserir o nome do medicamento e outras informações relevantes para direcionar o assunto de interesse. Alguns softwares requerem o uso dos operadores booleanos (And./e ou O/ ou), que discriminarão melhor a estratégia a ser alcançada.

O operador AND busca uma associação de dois termos, enquanto o operador OR busca por sinônimos ou termos semelhantes. Para o primeiro caso, tem-se o seguinte exemplo: atenolo AND hipertensão arterial. E, para o segundo, caso tem-se: hioscina ou escopolamina.

Quais dados não podem ser ignorados?

Ao encontrar a informação que necessita, os profissionais finalizam a plataforma e já fazem as orientações pertinentes para o paciente. Porém, é preciso ter cautela e ler atentamente algumas recomendações inseridas nesse documento virtual.

Uma delas é a frequência de reações adversas que podem variar entre muita ocorrência até aquelas consideradas de baixa incidência. Por isso, é fundamental que o profissional analise corretamente esse dado.

Outro conteúdo importante a ser avaliado são as interações medicamentosas de relevância clínica que podem comprometer a efetividade do tratamento. Além disso, alguns bulários fazem nota para monitorar sinais e sintomas de toxicidade do fármaco.

O que mais posso pesquisar pelo bulário?

O bulário é considerado um documento científico de grande utilidade para os médicos e com as informações mais confiáveis. Por meio de uma consulta apurada, é possível verificar também critérios para indicação de ventilação mecânica ou da reposição eletrolítica.

Assim como estarão disponíveis dados sobre medicamentos para a pediatria e geriatria, parâmetro de infusão medicamentosa, guia para manejo de antimicrobianas e principais condutas em cirurgia.

Cálculos específicos de medicamentos para pediatria são relatadas em tópicos separados, devido à importante de sua recomendação, enquanto outras fórmulas são aplicadas considerando um indivíduo de 70kg.

Assim, pode-se inferir que esse documento virtual contempla as diversas dúvidas do cotidiano e esclarece condutas de forma clara, didática e objetiva, sendo possível também o compartilhamento por diversos aplicativos.

Bulário médico

O bulário médico é um compilado de informações médicas e farmacológicas que auxiliam no diagnóstico, na instituição de terapias efetivas e seguras e na promoção de condutas racionais. Devido à evolução tecnológica, atualmente está disponível virtualmente para facilitar o acesso ao conteúdo atualizado e de qualquer localidade, melhorando a assistência clínica prestada ao paciente.

Agora que você já entendeu os benefícios do bulário, não deixe de compartilhar nas redes sociais este texto com seus colegas de profissão!

Autor

Escreva um comentário