Autor

rockcontent

Browsing

Instagram para clínica: veja aqui como utilizar corretamente

Como um aplicativo extremamente visual, com foco na exibição de imagens, o Instagram para clínica funciona como uma vitrine para o trabalho do médico, um portfólio de sua atuação profissional.

Porém, a ferramenta pode ser mais do que isso, se revelando uma ótima opção de marketing e de relacionamento. Além de aproximar médicos e pacientes, a rede social torna-se um canal para a divulgação de informações relevantes, gerando autoridade e proporcionando visibilidade para a clínica ou consultório.

Entretanto, para alcançar todos os benefícios que o uso das redes sociais pode gerar é preciso saber utilizar cada ferramenta. Confira aqui algumas dicas para o Instagram!

Fique atento à qualidade das imagens

São elas que têm maior destaque no feed do usuário. Por isso, é fundamental investir em fotos e imagens que tenham atributos para atrair a atenção dos potenciais seguidores, caso contrário, eles não vão se interessar em ler a legenda.

As imagens devem refletir, genuinamente, o dia a dia do profissional na clínica. Também é interessante compartilhar momentos de estudo e atualização profissional. Publique fotos em congressos, palestras e cursos para demonstrar como você valoriza o aprendizado constante.

Fotos de antes e depois dos procedimentos, por exemplo, geram grande interesse. O caráter da rede social permite alguma descontração, porém, as fotos devem ser de alta qualidade (Instagram para clínica). Isso aumenta o alcance da publicação e denota profissionalismo.

Outro ponto importante é a harmonia visual do seu feed. Equilibrar fotos de boa qualidade com cards informativos, adotar uma identidade visual e combinar cores de maneira elegante faz com que o usuário se interesse em navegar pelo seu conteúdo, ao acessar o seu perfil.

Capriche nas publicações

As imagens são a grande isca, mas as legendas estão ali para serem usadas. Esse é o espaço para vender o seu peixe. No entanto, os conteúdos devem ser breves, objetivos e relevantes.

Dicas de saúde em geral, alertas sobre temas importantes, explicações sobre procedimentos, esclarecimentos sobre dúvidas comuns, divulgação de novos estudos e descobertas científicas e outros assuntos pertinentes à especialidade devem ser abordados de forma sucinta, em tópicos, por exemplo.

Além disso, ao divulgar um vídeo, é importante transmitir a mensagem em, no máximo, um minuto e cuidar da produção, passando credibilidade e profissionalismo.

Utilize as hashtags

Elas fazem parte da linguagem do Instagram. Funcionam como uma espécie de sinalizador de assuntos e são formadas pela adição do símbolo “#” à frente de palavras ou frases, sem espaços.

As hashtags são usadas como ferramenta de busca e indexação de assuntos, mas no caso de perfis profissionais devem ser usadas com moderação — entre 3 e 5 são suficientes para não poluir a publicação. Outra opção é colocá-las em um comentário separado da legenda.

Além disso, para escolher que hashtags utilizar vale a pena fazer um estudo das palavras mais relevantes para a sua área de atuação, aquelas que levam os pacientes certos a encontrarem o seu perfil. Portanto, elas precisam fazer parte da sua estratégia de marketing digital para atrair pacientes.

Não esqueça do stories

Trata-se de uma das ferramentas de maior destaque do aplicativo. Ela permite a criação de vídeos curtos (15 segundos), aplica filtros especiais nas selfies e você pode adicionar legendas, desenhos e emojis às fotos, que ficam no ar por apenas 24 horas.

Dessa forma, o stories é uma ótima funcionalidade para os usuários compartilharem o seu dia a dia e os bastidores da profissão, de maneira mais informal. Por isso, a frequência de publicação é muito importante, já que muitas pessoas acompanham diariamente.

Uma pergunta bastante comum é se um médico deve compartilhar momentos da sua vida pessoal com os seguidores. Sim, sem exageros, isso humaniza o médico, aproximando-o dos pacientes. Aliás, o stories é um ótimo local para esse tipo de publicação, sem interferir no feed, deixando-o com um ar mais profissional.

A partir de uma atualização mais recente, surgiu a possibilidade de armazenar essas publicações em pastas de destaque que ficam disponíveis para visualização no seu perfil. Esse recurso possibilita a categorização do conteúdo por assunto dentro do seu Instagram.

Planeje as publicações

Além do cuidado com o conteúdo postado, é importante planejar quando e com que frequência as publicações devem ser feitas. O próprio Instagram fornece estatísticas a respeito dos horários em que os seus seguidores estão mais ativos. Assim, programe as publicações conforme os horários de pico para que sejam vistas por mais pessoas, aumentando as interações com ela — curtidas e comentários.

Da mesma forma que o Facebook, quanto maior as interações instantâneas, nos primeiros minutos após a publicação, maior é o alcance da postagem. Ou seja, para mais pessoas ela é exibida. Outro fator importante é a frequência. Quanto mais regulares forem as publicações, maior o engajamento e a audiência. Por isso, agendar postagens é uma forma eficiente de usar o Instagram para clínica.

Promova o seu perfil

Tão importante quanto investir na qualidade das imagens e na estratégia de publicações é promover o seu perfil, dentro e fora do Instagram. Uma das táticas mais utilizadas para atrair novos seguidores é seguir para ser seguido. Mas atenção, não adianta fazer isso sem critério. Identifique pessoas que se interessam por perfis semelhantes ao seu e que façam parte do seu público-alvo.

Também não basta seguir e esquecer, é preciso manter a comunicação com seus pacientes ativa. Curta e comente algumas fotos das pessoas que você segue. Nunca deixe de responder comentários deixados nas suas publicações. Além disso, é essencial divulgar o seu perfil em outros canais, com links no seu site, blog ou outras redes sociais. Após a integração com a plataforma do Facebook, por exemplo, ficou mais fácil criar campanhas para veiculação de anúncios também no Instagram.

Leve a sério a ética médica

Assim como qualquer publicidade nessa área, para utilizar as redes sociais com o fim de divulgação de trabalho médico é preciso considerar o que diz o Código de Ética Médica. Nele, o Conselho Federal de Medicina reúne uma série de critérios, por exemplo, ele veda o uso de imagens que exponham o paciente. Por isso, nas fotos de antes e depois, e de qualquer procedimento, a tomada nunca deve ser total, preservando a identidade da pessoa.

É preciso cuidado também ao publicar sobre tratamentos e técnicas, pois não é permitido passar a ideia de tratam-se de exclusividade daquela clínica ou consultório. Informações e recomendações sobre saúde estão entre as mais procuradas na internet. Portanto, para ser encontrado por mais pacientes e se destacar no mercado, tornando-se referência na sua especialidade, um médico precisa estar online.

Instagram para clínica

Com mais de 1 bilhão de usuários, o Instagram para clínica tem sido a ferramenta do momento para alavancar a sua estratégia de marketing digital. O uso correto dessa rede social traz resultados efetivos, tanto em termos de consolidação do nome do médico e da clínica no mercado quanto em atração de novos pacientes para o consultório.

Se você gostou das nossas dicas sobre o uso do Instagram, não deixe de ver este outro artigo sobre marketing odontológico e aproveite a leitura!

Veja 6 dicas para aumentar a eficiência no atendimento em clínicas!

Investir em eficiência no atendimento clínico é uma das condições imprescindíveis para aumentar a produtividade e alcançar o tão desejado equilíbrio financeiro da instituição de saúde.

Para tanto, é preciso analisar os parâmetros que podem ser melhorados e implantar outros, com o objetivo de oferecer uma experiência única desde o pré-atendimento até a pós-consulta clínica.

Além disso, é fundamental que o médico gestor avalie os recursos financeiros disponíveis, faça treinamento da equipe e acompanhe por meio de indicadores as percepções dos pacientes após as mudanças.

Quer saber como aumentar a eficiência no atendimento clínico em sua empresa? Então, não deixe de ler as dicas que detalharemos a seguir!

1. Adote o agendamento online

A tecnologia trouxe consigo uma diversidade de benefícios tanto para o cotidiano das pessoas quanto para a rotina dos consultórios médicos. Exemplo disso é a marcação de consultas online. Essa ferramenta possibilita que o paciente tenha liberdade para escolher a melhor data e horário conforme seus afazeres e não depende de fazer ligações telefônicas frequentes para a recepção dos consultórios.

Além disso, essa prática tende a diminuir o absenteísmo sem justificativa, uma vez que o paciente escolhe o horário mais conveniente para sua rotina, o que reduz as chances de esquecimento. Para os gestores, o agendamento online desafoga a rotina da recepção que realizará outras atividades igualmente importantes e desenvolverá serviços mais complexos.

2. Eficiência no atendimento

A eficiência no atendimento clínico será influenciada por diversos atores, os quais são: médico, paciente e equipe administrativa que devem trabalham em conjunto para evitar desarranjos ao longo do dia.

Isso significa que a equipe administrativa deve organizar a agenda do médico conforme o nível de complexidade da consulta (primeiro atendimento, consulta particular, retorno para mostrar exames, realização de procedimentos ambulatoriais etc.) de maneira a disponibilizar intervalos diferenciados.

Sabendo disso, o médico deve ser objetivo em suas condutas para que o tempo seja cumprido conforme destinado a cada tipo de consulta, porém sempre considerando os imprevistos ou intercorrências. Por fim, o paciente e o médico devem manter a pontualidade para o compromisso da consulta, uma vez que a falha nesse quesito também compromete a organização da agenda realizada previamente.

Assim, será possível reduzir o tempo de espera e aumentar a satisfação do paciente que perceberá uma preocupação com os que estão sendo atendidos, sem deixar de prestar atenção aos indivíduos que estão aguardando na recepção.

3. Tenha uma boa presença digital

No mundo conectado em que vivemos, as informações veiculadas pelas redes sociais alcançam pacientes em poucos minutos e se disseminam na mesma velocidade para influenciar toda uma rede de pessoas. Dessa forma, investir em mídias sociais com conteúdo de qualidade, e sempre respeitando os limites éticos estabelecidos, tem sido uma ótima estratégia para propagar as atividades realizadas no consultório.

Para tanto é necessário uma consultoria específica que direcionará o público-alvo, bem com a estratégia de sensibilização dos indivíduos, de modo a investir em mensagens diferenciadas e em uma linguagem médica acessível ao paciente leigo.

4. Invista em software de gestão

A eficiência no atendimento em clínicas perpassa por mais organização dos dados do paciente e acesso imediato às consultas, histórico clínico e medicamentoso de forma a agilizar as condutas. Nesse sentido, o investimento em softwares de gestão clínica é uma necessidade crescente, haja vista o volume de dados a serem inseridos, como exames laboratoriais e radiológicos, prescrição de medicamentos e demais informações relevantes para o médico.

Além disso, os dados dos pacientes podem ser enviados a outros médicos especialistas para discussão de melhores condutas, algo impensável com os prontuários manuscritos. As vantagens clínicas, administrativas e econômicas são crescentes conforme as potencialidades de cada plataforma, mas já garantem organização e armazenamento seguro dos dados, levantamento de indicadores gerenciais e controle do faturamento.

Todavia, a alimentação da plataforma deve ser feita adequadamente para evitar falhas na compreensão das informações e perda de dados relevantes para o diagnóstico do paciente.

5. Manter a humanização nas consultas

Em tempos de modernidade tecnológica, muitos médicos gestores se deslumbram com as ferramentas inovadoras na assistência à saúde, mas se esquecem que a essência do atendimento é a comunicação e acolhimento do paciente.

Nesse contexto, a prática da humanização deve ser uma estratégia presente nas consultas e nos pequenos procedimento realizados em consultório. Dessa forma, é preciso investir constantemente em técnicas de humanização. As técnicas de humanização envolvem a comunicação direta, sem menosprezar os sentimentos dos pacientes e considerando as suas decisões após a explanação do diagnóstico e das terapias disponíveis.

Sendo assim, o médico deve captar e compreender as emoções subjacentes ao problema clínico e como isso influenciará na adesão de cada tipo de paciente e no prognóstico. Em casos mais específicos, o encaminhamento a outros profissionais pode ser requerido.

6. Promova a padronização dos processos

A eficiência no atendimento clínico deve passar pela padronização dos processos desde a recepção até a consulta médica. Isso implica em elaborar procedimentos desde o cadastro até o encaminhamento do paciente ao profissional clínico. Nesse sentido, cabe um treinamento prévio sobre como abordar o paciente que chega à recepção, quais são os documentos solicitados e as situações que demandam uma atenção diferenciada.

Após o cadastro e registro no sistema, o próximo passo é a orientação adequada para aguardar na recepção ou encaminhar o paciente ao consultório do médico conforme a padronização desse procedimento. Também é importante que a equipe mantenha previamente o cadastro do paciente no sistema informatizado (de preferência) para que o médico possa buscar as informações e inserir os dados clínicos assim como as queixas referentes à consulta médica.

Avaliação Contínua

Investir em eficiência no atendimento clínico é um processo que precisa ser avaliado continuamente. Isso porque as demandas mudam constantemente e os médicos gestores devem adequar os processos conforme a quantidade de pessoas e os recursos financeiros disponíveis. Por isso, as dicas inseridas neste texto devem ser avaliadas e implantadas gradativamente para não gerar problemas de adaptação.

E você, gostou das nossas dicas? Fica de olho nas nossas postagens? Então, não deixe de nos seguir também pelo Facebook!

Veja os principais erros no atendimento em clínicas e consultórios!

Prezar pela qualidade no atendimento em clínicas médicas e consultórios deve ser uma constante para os médicos gestores, tanto no quesito administrativo, quanto assistencial. Isso porque esse parâmetro de excelência traz retorno financeiro e produtividade à instituição.

Por outro lado, a assistência clínica que deixa o paciente insatisfeito pode repercutir em diminuição dos serviços, mudanças no perfil de atividades e pouco investimento em novas frentes de trabalho.

Portanto, é essencial verificar quais são os erros cometidos, modificá-los e acompanhar a satisfação dos serviços implantados por meio de indicadores objetivos e fidedignos. Quer saber quais são os principais erros no atendimento em clínicas médicas? Então, fique por aqui e entenda mais sobre esses problemas!

Tempo de espera longo demais

O consultório médico precisa de um número significativo de pacientes para que a rotatividade desses indivíduos mantenha a sustentabilidade da empresa. Além disso, os pequenos procedimentos realizados nos consultórios também devem ser incorporados ao faturamento final para análise da situação econômica.

No entanto, para chegar ao equilíbrio financeiro, a equipe administrativa opta por marcar as consultas em intervalos muito pequenos. O resultado é um grande número de pessoas aguardando na recepção da clínica médica.

Essa prática também não considera aspectos importantes, tais como uma consulta particular ou outras que são apenas retornos. Isso gera muitos problemas para aqueles que aguardam ansiosamente pelo atendimento.

Esse cenário impacta negativamente na visão do paciente, que interpreta essa situação como falta de respeito à pontualidade do individuo, descaso com o desconforto causado pela espera de uma consulta programada e falta de organização da equipe administrativa.

Falta de informações sobre os procedimentos

Uma consulta médica deve ser esclarecedora sob os aspectos clínicos e financeiros. O paciente precisa sentir confiança no médico e entender todos os procedimentos que serão realizados nele. Todavia, alguns médicos não se atentam a esse quesito.

Para tanto, os médicos devem explicar detalhamento o diagnóstico conforme o nível de letramento em saúde do paciente, apresentar as opções mais favoráveis ao problema clínico e orientar os familiares quando necessário. É crucial que os profissionais abordem questões relacionadas ao custo dos procedimentos, a que materiais serão cobertos pelo plano de saúde e quais não terão reembolso pelas operadoras.

Sala de espera negligenciada

Antigamente, as salas de espera de um consultório clínico eram baseadas em revistas de celebridades e um filtro de água. Porém, atualmente, esses requisitos não são suficientemente atraentes. Sendo assim, uma sala de espera deve conter móveis aconchegantes, ambiente climatizado, internet wi fi, revistas sobre diversos temas, com ênfase aos cuidados em saúde e, opções de bebidas que vão além da água e dos cafés de garrafa térmica.

Isso porque a experiência nesse espaço também é avaliada pelo paciente que preza por uma boa acomodação enquanto aguarda o atendimento. O local deve ser pensado para atender idosos, pessoas com dificuldade de locomoção e com outras deficiências (visual, auditiva etc.), se for o perfil de pacientes recebidos pela clínica.

Pouco investimento na avaliação do paciente

O investimento no atendimento em clínicas médicas deve começar no pré-atendimento e manter a qualidade até depois da consulta. Pois, o processo de marcação precisa ser eficiente e atender às demandas do paciente. Nesse contexto, o agendamento online é uma estratégia interessante, porém o uso comercial do telefone é uma opção para aqueles com pouca destreza nos sites eletrônicos e nos aplicativos de celular.

Ao final da consulta é importante que a equipe administrativa obtenha informações com o paciente sobre o atendimento recebido. As formas são diversas: via contato telefônico, aplicativos de mensagens instantâneas, preenchimento online ou correspondências.

Utilização de indicadores inefetivos

O uso de indicadores é aconselhável para os gestores que necessitam de um diagnóstico situacional da clínica. Dentre eles, é possível mensurar índices de produtividade e pontos a melhorar e por isso devem ser bem escolhidos.

No primeiro caso, devem ser considerados: porcentagem de consultas realizadas, número de procedimentos executados, avaliação da satisfação do paciente, dentre outras. No segundo caso deve-se mensurar a quantidade de glosas dos convênios, número de absenteísmo, principais reclamações dos pacientes.

Sendo assim, os gestores terão informações apuradas sobre os acontecimentos da clínica e traçarão metas para mudanças das não conformidades. Além de poder investir em melhorias das atividades com avaliação positiva.

Serviços pouco diferenciados

Com a correria do cotidiano em que se vive, é fundamental a criação de ferramentas que facilitem a marcação de consultas ou agilizam o diagnóstico do paciente. Nesse sentido, o uso dos recursos tecnológicos inovadores é um grande diferencial.

Os médicos gestores devem implantar serviços variados em relação à concorrência para destacar a empresa e atrair novos pacientes. Uma das formas de obter esse benefício é a incorporação do prontuário eletrônico nos softwares ou a emissão de laudos online. Outra estratégia do ponto de vista multidisciplinar é a inclusão de serviços de outros profissionais clínicos no mesmo ambiente, favorecendo o encaminhamento do paciente e a intervenção mais rápida no indivíduo.

Falta de humanização na abordagem clínica

A humanização é uma prática que deveria ser a essência do profissional de saúde, porém muitos se especializaram nos diagnósticos e intervenções e, se esqueceram de que por trás desses problemas clínicos estão diversos tipos de pacientes. Dessa forma, a conduta fria e calculista deve ser abolida do consultório médico, dando lugar ao profissional que se preocupa com uma comunicação eficiente considerando as dimensões biopsicossociais da condição clínica e como isso deve ser abordado.

Sendo assim, o médico deve encontrar estratégias para lidar com o sofrimento do paciente e interpretar como a doença está afetando ou afetará as intervenções terapêuticas propostas, enfocando sempre a figura do indivíduo.

Atendimento em clínicas

Investir no atendimento em clínicas e consultório deve ser um pensamento constante dos médicos gestores para atrair novos pacientes, facilitar a fidelização, otimizar a gestão de recebimentos e aumentar o faturamento nos serviços. Para tanto é imprescindível verificar os principais erros, buscar melhorias ou adaptações para atender o paciente com excelência do ponto de vista clínico, econômico e humanizado.

E você, ainda tem dúvidas sobre as melhores técnicas para atendimento ao paciente? Então, não deixe de ler também sobre como atrair mais pacientes para seu consultório!

Saiba por que aderir ao agendamento médico online agora mesmo!

Saiba por que aderir ao agendamento medico online agora mesmo! O agendamento médico online é uma estratégia eficaz para os gestores clínicos que desejam controle e organização dos processos. Além disso, os benefícios são notórios também para os pacientes.

Todavia, alguns gestores ainda temem pela implantação dessa tecnologia, alegando alto custo ou necessidade de treinamento dos funcionários, fatores mínimos perto das vantagens alcançadas em longo prazo.

Por isso, cabe aos gestores o entendimento do processo de agendamento online e das vantagens clínicas e econômicas que serão percebidas ao longo do tempo, além da percepção de organização das rotinas. Quer entender mais sobre agendamento online? Então não deixe de ler nosso post de hoje!

Afinal, o que é agendamento online?

Trata-se de um software para marcação de consultas pelo meio eletrônico. Nesse sistema, o paciente acessa a plataforma online da empresa, entra na função marcação de consulta e escolhe a data, horário e o profissional médico. Essa inovação veio para trazer segurança na transcrição dos dados, evitar marcações em dias errados pela equipe de recepção ou mesmo falha na comunicação com o paciente.

As plataformas de marcação online normalmente enviam no e-mail do paciente a confirmação do agendamento, constando informações pertinentes à consulta que foi inserida durante o procedimento. Para os gestores, o relatório de marcação de consultas será obtido facilmente sem rasuras ou letras ilegíveis da equipe administrativa que inseria os dados dos pacientes na agenda manuscrita de cada profissional de saúde.

Quais os recursos do agendamento médico online?

Existem diversas modalidades de software para agendamento que vieram para substituir as agendas ou as planilhas em Excel. Além disso, em algumas plataformas é possível incorporar serviços complementares. Outro ponto importante é a possibilidade de obter dados relevantes sobre esse processo, mediante os relatórios gerados pelo sistema. Assim, é possível saber os horários de maior demanda e aqueles de grande ociosidade.

A partir dessas informações, os gestores podem fazer intervenções direcionadas às principais demandas dos pacientes em relação ao horário, dia da semana e maior número de profissionais clínicos.

Quais são as principais vantagens?

O agendamento médico online é uma ferramenta tecnológica desenvolvida devido às demandas das clínicas e da possibilidade de melhorar os serviços administrativos prestados conjuntamente. Dessa forma, a sua implantação traz benefícios tanto nas rotinas menos complexas quanto naquelas que exigem muita atenção. Por isso, a implantação dessa estratégia será útil em todos os âmbitos.

Veja a seguir algumas vantagens consolidadas dos gestores que usam essa estratégia!

Redução de erros

A versão tradicional de marcar o agendamento do paciente nas agendas de cada médico gerava transtornos em diferentes aspectos, sendo a caligrafia um dos fatores com maior índice de reclamação. Somava-se a isso o curto espaço disponível para inserir informações importantes dos pacientes, como nome completo, telefone para contato, alguma observação para facilitar o atendimento desses indivíduos etc.

Felizmente, para aqueles que já aderiram ao agendamento médico online já não há o incômodo com esses erros que causavam aborrecimento para todos os envolvidos. Com a marcação online, o relatório já emite a listagem de forma objetiva e legível para todos os interessados.

Mais praticidade

Antigamente, os pacientes passavam horas e se programavam para fazer as ligações telefônicas referentes ao agendamento de uma consulta clínica. Isso porque ainda era preciso realizar essa atividade em horário comercial ou conforme as orientações de funcionamento previamente esclarecidas.

Com o agendamento online, os pacientes podem acessar a plataforma em qualquer horário e obter informações a respeito da disponibilidade do médico, os horários mais próximos para atendimento e a relação de profissionais que prestam serviços clínicos naqueles consultórios.

Também é possível encontrar orientações sobre quais operadoras de planos de saúde estão cadastradas, o valor da consulta particular e outras informações a respeito de marcação de exames ou procedimentos ambulatoriais.

Funcionamento 24 horas

Além da praticidade oferecida pelo software de clínicas, os pacientes têm autonomia para reservar o atendimento com o médico em qualquer horário do dia, evitando o desgaste pela dificuldade em contatar a equipe administrativa durante o expediente diurno. Sendo assim, os pacientes terão autonomia para fazer o agendamento conforme sua disponibilidade, facilitando encaixar esse compromisso dentre as atividades pessoais e profissionais do cotidiano.

Outra vantagem é que plataforma envia a confirmação do agendamento, que serve para diminuir o absenteísmo daqueles que utilizam apenas a memória pessoal para guardar esse evento importante.

Melhoria do atendimento

Quando o paciente obtinha êxito na ligação telefônica, nem sempre conseguia tudo o que pretendia em termos de comunicação.  Às vezes, a indecisão quanto à data de marcação ou a impaciência do atendente já é motivo de indignação por ineficiência do atendimento.

Outros fatores também contribuíam para essa percepção negativa dos diversos tipos de pacientes, como a atenção da atendente dada àqueles indivíduos que já aguardavam no consultório, o processamento dos dados do paciente via telefone e outras imprevisibilidades.

Com o agendamento médico online, o cadastro do paciente é rápido, o sistema agiliza todo o processo, restando apenas ao indivíduo a responsabilidade de chegar pontualmente ao dia da consulta e ajudar na comunicação com o médico.

Minimização dos custos

A marcação online de consultas é uma alternativa eficiente para a grande geração de papéis e diminuição do armazenamento de documentos nos consultórios. Isso porque, na maioria das vezes, essa tarefa já está acoplada a um software mais complexo. Assim sendo, quando o paciente faz o agendamento online e chega à recepção para ser atendido, ele será cadastrado integralmente e os profissionais clínicos farão a inserção dos dados no prontuário eletrônico.

Portanto, essa prática reduz consideravelmente o consumo de papéis, evita o desperdício de insumos e diminui a área destinada ao armazenamento dos prontuários dos pacientes, principalmente daqueles que ainda não foram digitalizados.

O agendamento médico online é uma proposta eficiente para os gestores que almejam melhorias na produtividade, redução de custos com insumos e inserção de atividades clínicas e administrativas diferenciadas. Além disso, os benefícios observados pelos pacientes também são percebidos, principalmente devido à facilidade em poder escolher a data mais condizente com suas atividades cotidianas.

E você, já implantou o agendamento médico online? Tem interesse em modificar os processos de marcação de consultas? Então, entre em contato conosco e obtenha mais informações a respeito dessa tecnologia!

xdoctor

Assine nossa Newsletter

Receba conteúdo em primeira mão para melhorar a gestão e os resultados da sua clínica ou consultório!

Parabéns! Verifique seu e-mail para confirmar a sua assinatura. Caso não receba o e-mail verifique sua caixa de SPAM.