A acreditação de clínicas funciona como um selo de qualidade específico para instituições de saúde, uma vez que atribui excelência a elas — tanto em relação à assistência quanto à gestão. Não se trata de um processo obrigatório, mas sim de uma opção que o estabelecimento tem.

No entanto, uma clínica acreditada oferece mais segurança aos pacientes e percebe uma série de benefícios em seu dia a dia. A seguir, explicaremos como esse processo funciona, qual é sua relevância e quais são as principais acreditações disponíveis no mercado.

Interessou-se pelo assunto? Não deixe de continuar a leitura!

Como funciona a acreditação de clínicas?

De acordo com a Organização Nacional de Acreditação, o processo é descrito como um sistema de avaliação e certificação da qualidade dos serviços de saúde. Dessa maneira, para ser acreditada, uma instituição precisa atender aos requisitos técnicos determinados pelas acreditadoras, sendo a ONA a maior delas.

Embora existam diversos tipos de acreditação, todos têm um caráter educativo, com foco na melhoria contínua e sem qualquer relação com vistorias ou licenças governamentais. O procedimento se baseia em três aspectos:

  • é voluntário, pois parte de uma iniciativa da empresa;
  • é periódico, com inspeções para renovação de acordo com o tempo habilitado;
  • é reservado (as informações coletadas pelos auditores são sigilosas).

Após realizar o cadastro e enviar a documentação para a instituição acreditadora em questão, é marcada uma auditoria presencial para avaliar os requisitos preconizados no manual de acreditação. Com base na análise dos auditores, é gerado um relatório de pendências com os prazos para a regularização. A clínica recebe a acreditação de acordo com a avaliação final, obedecendo a três classificações:

  • nível 1: acreditado;
  • nível 2: acreditado pleno;
  • nível 3: acreditado com excelência.

De forma geral, a avaliação inclui o atendimento das regulamentações vigentes, a organização e a eficiência dos processos, a utilização do prontuário eletrônico e a rastreabilidade das atividades, entre outros pontos.

Em virtude do tempo gasto com a adequação das não conformidades e do investimento necessário para conseguir a titulação, algumas clínicas contratam consultores para promoverem readequações nas atividades antes da visita oficial. Afinal, o objetivo é obter a classificação máxima. Periodicamente, é necessário renovar a acreditação — caso os mesmos requisitos da qualificação anterior não sejam comprovados, o estabelecimento pode perder sua classificação.

Quais são as vantagens para a instituição de saúde?

A acreditação é o reconhecimento da competência técnica na prestação dos serviços de saúde, servindo para garantir segurança e qualidade aos pacientes. Entretanto, a clínica e seus colaboradores também são beneficiados pelo processo, com a diminuição dos riscos de acidentes de trabalho e a valorização do currículo dos profissionais.

Melhora da imagem

Obviamente, a obtenção da acreditação gera confiança nos serviços prestados. Isso pode ser usado em estratégias de marketing médico, a fim de comprovar a satisfação dos pacientes. Assim, o certificado fortalece a marca e a imagem da instituição no mercado, tanto entre o público-alvo quanto no meio técnico, pois eleva sua confiabilidade. Como resultado, a atração e a fidelização de pacientes aumentam.

Vantagem competitiva

Diante de um mercado cada vez mais competitivo, com pacientes mais exigentes e bem informados, a acreditação se torna uma vantagem competitiva em relação à concorrência. Instituições certificadas ameaçam subtrair pacientes das demais, além de se destacarem perante as operadoras de saúde. Nesse sentido, a clínica acreditada com excelência ganha força e destaque no setor.

Aumento na remuneração dos serviços

De acordo com uma imposição da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), as operadoras passaram a deliberar parâmetros de avaliação dos prestadores de serviços, sendo a acreditação um deles. Portanto, algumas operadoras oferecem melhores remunerações de acordo com essa condição, como forma de incentivo.

Maior integração e produtividade

O principal objetivo de um programa de acreditação é avaliar a clínica em sua totalidade (e não serviços ou departamentos isolados). Por isso, a obtenção e a manutenção do certificado demandam o envolvimento dos diversos setores da instituição, o que promove a integração entre as equipes.

Dessa forma, o processo contribui para um ambiente de trabalho mais saudável e o aumento da produtividade, satisfazendo e retendo os funcionários. Tudo isso se traduz em melhorias no atendimento e na eficiência operacional.

Quais são os tipos de acreditação?

Como já mencionamos, existem vários modelos de certificação em acreditação de clínicas. No Brasil, o principal deles é a ONA, mas há outras opções. Confira!

ONA

Trata-se de uma das mais importantes organizações brasileiras na área, cujo processo é estruturado em três fases, com foco na segurança do paciente e dos profissionais. Muitos hospitais e clínicas optam por essa alternativa, pois a melhora da gestão e da qualidade dos serviços está entre seus requisitos, levando à valorização da marca.

HIMSS

A Sociedade de Informação e Gestão de Sistemas de Saúde é uma instituição mundial que tem o objetivo de aprimorar a assistência em saúde por meio da Tecnologia da Informação. Seu programa de acreditação determina os padrões mínimos necessários para a implementação do prontuário eletrônico em uma clínica.

PADI

Trata-se da sigla do Programa de Acreditação em Diagnóstico por Imagem, que é realizado pela ANS. O PADI garante o melhor índice do Fator de Qualidade às clinicas que sejam certificadas. A entidade acreditadora é o CBR (Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem), sendo que seus principais objetivos são:

  • garantir aos pacientes melhores escolhas baseadas na qualidade dos resultados;
  • possibilitar às operadoras investimentos em redes efetivas;
  • aperfeiçoar o desempenho dos prestadores de serviço.

NIAHO

A Acreditação Integrada para Organizações de Saúde envolve a segurança assistencial e patrimonial, além da gestão do corpo hospitalar, com foco nos resultados. Sua principal característica é o enfoque na gestão de riscos voltada à proteção da vida, com destaque para a segurança predial (mas também há o planejamento de alta e uma rígida avaliação da equipe).

Acreditação de clínicas

Diante da importância e das vantagens da acreditação de clínicas, cabe ao gestor conhecer as opções disponíveis e escolher a melhor de acordo com os objetivos do negócio. Lembre-se de que é preciso oferecer um excelente nível de serviço aos pacientes e garantir o crescimento da instituição, beneficiando a todos.

Se você gostou deste artigo, recomendamos que conheça 5 dicas para tornar sua clínica referência no mercado. O que acha? Boa leitura!

Artigo
  • Avaliação
5
Resumo
Acreditação de clínicas: saiba como destacar a sua empresa!
Título
Acreditação de clínicas: saiba como destacar a sua empresa!
Descrição
A acreditação de clínicas funciona como um selo de qualidade específico para instituições de saúde, uma vez que atribui excelência a elas.
Autor
Empresa
xDoctor
Logo Empresa
Autor

Escreva um comentário

Share This
xdoctor

Assine nossa Newsletter

Receba conteúdo em primeira mão para melhorar a gestão e os resultados da sua clínica ou consultório!

Parabéns! Verifique seu e-mail para confirmar a sua assinatura. Caso não receba o e-mail verifique sua caixa de SPAM.